Jornal Correio de Notícias

Página Inicial | Plantão

Plantão

ANADEF protocola nota técnica contrária à reforma da Previdência

A Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais - ANADEF protocolou nota técnica junto à Comissão de Reforma Previdenciária instaurada na Câmara dos Deputados. A nota expõe diversas inconstitucionalidades presentes no texto da PEC 287/2016, que propõe alterações no sistema brasileiro de seguridade social. Os defensores públicos federais, que têm papel fundamental na garantia de direitos sociais para mais de 140 milhões de brasileiros em situação de pobreza, repudiam o conjunto de medidas propostas. Para a ANADEF, os equívocos apresentados pela PEC transformam a Previdência Social do Brasil em um regime excludente, de injustiças sociais e extinção de direitos.

Ao longo da nota técnica, a ANADEF expõe as principais alterações e retrocessos consubstanciados na proposta de emenda constitucional. A PEC propõe, por exemplo, a “unificação” das aposentadorias por tempo de contribuição e idade, exigindo a idade de 65 anos para homens e mulheres e 25 anos de contribuição – atualmente, a carência necessária à concessão da aposentadoria por idade corresponde a 15 anos de contribuição. A PEC prevê, ainda, que somente receberão proventos integrais os trabalhadores que totalizarem 49 anos de contribuição. Para receber 100% do salário de benefício aos 65 anos, portanto, será necessário que o trabalhador ingresse no mercado aos 16 anos e trabalhe ininterruptamente até os 65.

Nesse sentido, a ANADEF chama a atenção para a série de obstáculos que dificultam a manutenção ininterrupta do trabalhador no mercado: no Brasil, a educação é falha, a mão-de-obra é pouco qualificada e a economia é instável, o que resulta nas altas taxas de desemprego. Ademais, o estímulo ao trabalho precoce representa o abandono dos estudos, de forma que a aprovação da PEC 287/2016 tende a perpetuar a desqualificação da mão-de-obra no país. Face à ineficiência das políticas públicas de saúde, para a ANADEF, a aposentadoria ficará praticamente inviável, afinal, os brasileiros não conseguirão atingir 25 anos de contribuição – panorama que, segundo a Associação, representa nítida violação do Princípio da Dignidade da Pessoa Humana (art. 1º, III, da Carta Magna), bem como tende a abolir, na prática, o Direito à Seguridade Social (art. 60, § 4º, IV).

A ANADEF alega, por fim, que o Governo Federal, com o propósito de conquistar a simpatia pública à reforma previdenciária, vem alarmando a sociedade com notícias sobre um possível déficit da Previdência. As estatísticas apresentadas pelo Governo, no entanto, têm sido refutadas por especialistas e entidades públicas e privadas. Segundo a Associação, o argumento de que a reforma representa a única saída para diminuir o déficit é falho e camufla outras alternativas que precisam ser discutidas, como a recuperação das dívidas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a formalização de trabalhadores sem carteira assinada, o fim da isenção fiscal para diversos setores e a definição de outras fontes para o pagamento da dívida pública.

 

Ginecologista fala sobre procedimento não invasivo que promete rejuvenescimento vaginal

Uma nova estratégia para aumentar o desejo feminino e tratar doenças como, incontinência urinária, recuperar a mucosa vaginal, melhorar a fibra de colágeno, rejuvenescimento vaginal, melhora da contratura da musculatura vaginal (que ajuda no desempenho sexual) chega ao Brasil. Trata-se da aplicação do laser dentro e fora da vagina . Por se tratar de um método pouco invasivo e virtualmente desprovido de efeitos adversos, auxilia diretamente na área da ginecologia.

A falta de libido é uma das principais queixas femininas em relação a vida sexual. De acordo com estudo da Universidade de São Paulo, uma em cada quatro brasileiras afirma que seu desejo não é tão forte quanto gostaria ou relatadificuldades para chegar ao orgasmo. Dra. Heloisa Brudniewski explica que otratamento com laser integra a categoria dos lasers não ablativos. Ou seja, não queimam.

“Para mulheres que querem melhorar o libido o aparelho age por um mecanismo indireto. Sua aplicação trataria, na verdade, a atrofia da parede vaginal – problema apresentado especialmente por mulheres na pós-menopausa. A condição causa dor durante a relação sexual, fator que pode levar à redução do desejo.” Explica Dra. Heloisa Brudniewski Ginecologista e Obstetra.

Aplicado dentro da mucosa vaginal por meio de uma ponteira específica, promove o intumescimento do tecido da região com aumento da vascularização. Com isso, há maior produção de colágeno. O colágeno é a proteína que dá sustentação à pele. O processo resultaria em alguns benefícios. “O estreitamento vaginal obtido pela produção de colágeno é capaz de permitir um contato mais íntimo durante a relação sexual e, por consequência, uma melhora tátil”, completa a ginecologista.

As aplicações são feitas em consultório. Em geral, são necessárias de uma a três sessões, dependendo das condições da paciente.

Além da atrofia vaginal, a tecnologia está sendo usada no tratamento do ressecamento vaginal e da incontinência urinária, condições que costumam aparecer com maior frequência após a menopausa. Uma de suas vantagens reside no fato de ser uma opção pouca invasiva, permitindo que a mulher retorne às suas atividades em seguida à aplicação.

 

Comunidade científica alerta para mortandade de macacos por causa da febre amarela

Brasília (15/02/2017) – Representantes da comunidade científica brasileira, ligados à área da conservação dos primatas, expediram nesta quarta-feira (15) nota à imprensa alertando para um desastre ambiental “gravíssimo” que ocorre neste momento: a mortandade sem precedentes na história do país de macacos da Mata Atlântica em função do vírus da febre amarela.

Na nota, os especialistas mostram-se preocupados, não só com a dimensão das mortes de animais, mas, também, com a disseminação de “informações equivocadas”, que dão a entender que os macacos são responsáveis pela “existência do vírus” e “por sua transmissão aos humanos”.

Isso não procede, fazem questão de destacar os estudiosos, que pedem na nota o apoio da imprensa nacional (jornais, rádios, TVs e sites na internet) para a divulgação das informações corretas.

Segundo eles, os macacos, assim como os humanos, não transmitem o vírus. Pelo contrário, são vítimas da doença. Ao serem contaminados, os primatas cumprem a função de “sentinela”, ou seja, alertam para o surgimento da doença. Por isso, em vez de molestados, devem ser preservados.

As “informações equivocadas”, ressaltam os pesquisadores, já estão levando pessoas, principalmente nas áreas rurais onde ocorre o surto, a maltratarem ou, até, matarem macacos para, supostamente, se proteger da febre amarela, como ocorreu entre 2008 e 2009 no Rio Grande do Sul. “Isso não pode se repetir”, diz a nota.

O documento é subscrito por primatólogos, zoólogos, ecólogos, veterinários, epidemiologistas e gestores públicos, membros de conceituadas universidades, sociedades científicas, centros de pesquisa e instituições voltadas para a conservação dos primatas.

 

Carnaval de Canoas terá programação diferenciada em 2017

Neste ano, o Carnaval de Canoas dará um passo para além das festividades tradicionais. Com uma programação diversificada, as comemorações carnavalescas terão ações educacionais, eventos no segmento de artes visuais, lançamento de filme, baile e oficinas infantis e, como não poderia faltar, muita folia. “Foi através de um diálogo aberto junto à comunidade carnavalesca que conseguimos organizar um calendário de festas pluralizado, amplo e com eventos que possam atrair vários tipos de público. Será um Carnaval inédito em Canoas, marcado pela multiculturalidade”, observa o secretário da Cultura Mauri Grando.
Entrega da chave da cidade
Para marcar o início das festividades de Carnaval, na quarta-feira, dia 22, o prefeito, Luiz Carlos Busato, entregará a chave de Canoas ao Rei Momo, Pedro Gregório, que estará acompanhado pela rainha e pelas princesas. A cerimônia será realizada no Paço Municipal, a partir das 14h.
Exposição na Villa Mimosa
No dia seguinte, na Casa das Artes Villa Mimosa, será inaugurada a exposição “A Realeza de Canoas”. Trata-se de uma compilação materiais que resgatam a história da corte carnavalesca e das festas de Carnaval da cidade. A mostra seguirá com visitação aberta ao público até o dia 20 de março.

Curso de formação para carnavalescos
Projeto inédito criado pela equipe da secretaria da Cultura, o curso de extensão “A Escola do Carnaval” terá inscrições abertas até o início de março. Promovido em parceria com o Centro Universitário La Salle (Unilasalle), o programa foi concebido para fornecer uma formação técnica à comunidade carnavalesca de Canoas. Na primeira fase de inscrições, serão abertas 30 vagas. O curso é totalmente gratuito.
Durante o curso, que será dividido em três módulos, os alunos terão aulas sobre captação de recursos, organização de eventos e outros temas ligados à cultura popular. O objetivo da capacitação é dar mais autonomia aos organizadores do Carnaval de Canoas, para que, nos próximos anos, o evento se torne mais independente e autossustentável.  “É uma oportunidade para que a comunidade carnavalesca de canoas, que tem uma história reconhecida no Brasil, possa se aprofundar seus conhecimentos em produção e gestão cultural”, explica o secretário adjunto da Cultura, Rubielson Medeiros.
Lançamento de filme sobre Carnaval de Canoas
Durante as festividades, será lançado o documentário "A História do Carnaval de Canoas". O filme conta a trajetória da construção do Carnaval no município, das muambas aos grandes desfiles competitivos. O enredo conta com depoimentos de membros de escolas de samba, de componentes de blocos de rua. Também participam pesquisadores e historiadores da secretaria da Cultura. O documentário é produzido em parceria entre a secretaria de Comunicação e da Cultura.
Semana de Carnaval Comunitário, no Hangar Cultural
A partir da próxima segunda-feira (20), A Diretoria de Cidadania Cultural promove a Semana do Carnaval Comunitário, no Hangar Cultural Oli Borges Flores. As atrações vão de oficinas de confecção de máscaras a shows de hip hop e funk. No dia 23, a partir das 14h, será realizada o Baile de Carnaval aberto à comunidade.
O grande baile de Carnaval
E em um formato inédito, à moda antiga, a festa de Carnaval de Canoas será  realizada no dia 19 de março, um domingo, no clube Tradição (Boqueirão, 801 - Igara). O baile inicia às 14h e se estende até a 0h.
A entrada será mediante a doação de 1 kg de alimento não perecível, com ingressos limitados. Para o evento, são esperados 2.500 foliões. Nove escolas de samba irão se apresentar em um formato show. Antes das apresentações, haverá a escolha da corte e, para encerrar o evento, o bloco de Carnaval 2017 foi convidado para alegrar a noite.
Um suspiro para os cofres públicos: com o novo modelo de Carnaval para este ano, a secretaria municipal da Cultura (SMC) vai poupar mais de R$ 1 milhão. Nas edições anteriores, os gastos, em média, ultrapassavam a mesma quantia economizada neste ano.

 

Médicos anestesistas do Hospital Universitário paralisam atividades por falta de pagamento

Os médicos anestesistas do Hospital Universitário (HU) de Canoas suspendem suas atividades nesta quarta-feira, 8 de fevereiro, em função do atraso de dois meses de remuneração. A medida foi necessária, já que o Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (Gamp), gestor do hospital, se comprometeu a pagar os profissionais na última sexta-feira, 3 de fevereiro e até o momento não efetuou os repasses.

O SIMERS passa a reivindicar o pagamento dos 15 médicos anestesistas do HU por parte da Gamp. “Não vamos tolerar qualquer descaso do atual gestor com os direitos dos profissionais. Cobraremos das autoridades competentes ações imediatas, além de acionar instâncias jurídicas, para que as remunerações sejam pagas e garantida a assistência à população”, salientou o presidente do SIMERS, Paulo de Argollo Mendes.

O Sindicato Médico acompanha de perto a transição que ocorreu em 1º de dezembro do ano passado em Canoas com a saída do Mãe de Deus e ingresso do Gamp. Desde que assumiu, o grupo passou a administrar o Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC), Hospital Universitário (HU), as UPAs Caçapava e Rio Branco e os Centros de Atendimento Psicossocial (CAPS) Recanto dos Girassóis, Travessia, Amanhecer e Novos Tempos.  Nesse tempo à frente da gestão, atrasou o repasse de remunerações e de 13ª de médicos e funcionários que trabalham em todas as unidades de saúde que assumiu, exigindo a intervenção direta do SIMERS para que a situação fosse resolvida.

No último dia 26, médicos do HPSC denunciaram ao Sindicato Médico irregularidades como falta de informação no contracheque sobre o recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e do INSS, além da ausência de utensílios básicos, como compressas e esparadrapos, entre outros materiais.

 

Senac Canoas promove Aula Experimental de Técnico em Segurança do Trabalho

Segundo dados do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho, o total de acidentes registrados no Brasil subiu de 709.474 em 2010, para 711.164 em 2011. Esses números comprovam a importância do técnico em segurança do trabalho, que tem papel central na rotina das organizações. Neste contexto, o Senac Canoas realiza a Aula Experimental de Técnico em Segurança do Trabalho no dia 15 de fevereiro, das 19h às 22h.

O evento acontece no Senac Canoas, localizado na Rua Mathias Velho, 255. As inscrições para a aula experimental são gratuitas e devem ser feitas através do site www.senacrs.com.br/canoas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3476-7222.

 
Página 6 de 279

Publicidade

Publicidade

Blogs

Enquete

Você é favor da convocação de Eleições Gerais no Brasil
 

Twitter CN

    Newsletter

    Expediente

    EXPEDIENTE
    Rua Santos Ferreira, 50
    Canoas - RS
    CEP 92020-000
    Fone: (51) 3032-3190
    e-mail: redacao@jornal
    correiodenoticias.com.br

    Banner
    Banner
    Banner

    TurcoDesign - Agencia de Publicidade Digital